31 de mai de 2009

Noite do Flash Back

No dia 29/05, foi o culto da juventude em nossa igreja, com o tema de flash back!
Foi uma benção reviver canções que marcaram a década de 90. O mais engraçado foi a galera mais novinha que nunca tinha ouvido algumas músicas, mas acabaram aprendendo e gostando muito. A galerinha do Graça Teen ministrou algumas canções junto com a gente e foi 10!
O Pr. Marcos klain pregou sobre a morte e ressurreição de Lázaro. Tiraram a pedra e o milagre aconteceu. Deus opera o milagre mas temos que fazer a nossa parte.
Não podemos desistir diante das pedras, elas têm que servirem de degraus para nossa vitória. Como um recadinho que recebi outro dia no orkut, com as pedras construirei o meu castelo! Lutar pra vencer e não se entregar jamais, em Jesus somos mais que vencedores!
O culto também foi marcado pela presença maravilhosa de pessoas que temos um carinho muito especial, que amamos... Mariana (IBNA) e Bianca (ADJ). Ninas o presença profética é apaixonado por vocês!!!
No final do culto traçamos as estratégias do "Um sinal para evangelizar", sábado - 06/06 faremos o 1º, participe conosco dessa missão, 8:00h da manhã na C.B.G.
Não percam o próximo culto jovem galera, é sempre no último sábado do mês!

Thaty Nogueira

25 de mai de 2009

Dando início a novos projetos



Ontem, 24 de maio, anunciamos à igreja o novo projeto do evangelismo: UM SINAL PARA EVANGELIZAR.
Deus colocou no coração do Júnior e da sua esposa Kátia (líderes do evangelismo), um diferencial na forma de evangelizar, nada contra ao velho e tradicional método de entregar folhetos. Mas por que não fazer isso de forma criativa? Quando eles compartilharam comigo sobre esse projeto, topei na hora. E quando compartilhei com o ministério foi contagiante a vontade de fazer o melhor pra Deus!
Vamos sair por aí de forma bem alegre pra anunciar as boas novas, vamos usar a arte para atrair as pessoas a conhecerem esse Jesus maravilhoso que servimos e mostrar que para servi-Lo, não é necessário um estereótipo sério e cheio de formalidades. Vamos mostrar que com Jesus, a alegria é maior e o melhor, duradoura!!!
Levamos uma palavra à igreja, de maneira bem realista.
A Bíblia diz em Mc. 16:15, "Ide por todo o mundo e pregai o evangelho."
Essa ordem foi dada a todos e não exclusivamente ao dpt° de evangelismo, então é hora de sairmos de nossa comodidade, do conforto dos bancos dos templos e irmos em busca das almas que estão perdidas. Não se omita esperando que outro faça isso, Deus chama você pra essa missão. Chega de ser hipócrita vivendo o "Eis-me aqui, envia aquele ali", pratique o verdadeiro "Eis-me aqui, envia-me a mim". Esteja realmente à disposição do Deus Altíssimo!
Deus conta com você, a seara é grande e pouco são os ceifeiros.
E aí, você está dentro ou fora dos planos de Deus?
Em breve postarei novidades do projeto: Um sinal para evangelizar!
E esse projeto não é só para os membros da nossa igreja não, porque Deus não vê denominação, Ele vê o coração adorador, sedento por cumprir os seus mandamentos. O Reino não é da C.B.G., o Reino é de Deus. Então amados irmãos, unidos pelo mesmo propósito!
Se você se interessou e quer fazer parte desse projeto, procure-nos na Com. Bíblica da Graça, você será muito bem vindo!

Thaty Nogueira

21 de mai de 2009

História do lápis

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura perguntou:
- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida...
- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele, se você conseguir mantêr estas qualidades será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

*Primeira qualidade: Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzir você em direção a vontade Dele. (Rm. 12:2)

*Segunda qualidade: De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor. (Os. 6:1 / Jó 5:18)

*Terceira qualidade: O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.
(Jó 5:17-18 / Pv. 3:11-12 / Ap. 3:19)

*Quarta qualidade: O que realmente importa no lápis não é a madeira ou a sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. (Pv. 4:23 / Pv. 15:13 / Pv. 21:2)

*Quinta qualidade: O lápis sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, então procure ser consciente de cada ação que praticar.
(Gl. 6:17)

Somos simples instrumentos nas mãos de Deus, o mérito nunca é do lápis mas de quem escreve. Toda honra e toda glória do que fazemos é de Deus!
Viu como aprendemos com um simples lápis?

Paty Vieira

20 de mai de 2009

Para as novatas

Nathalia e Vanessa...
Não podíamos deixar de registrar que vocês estão nos surpreendendo cada dia mais!!!
Continuem assim, se dedicando ao Senhor com excelência e Deus as recompensará!
Louvamos a Deus por suas vidas, que têm acrescentado a esse ministério a alegria do Senhor, a unidade do Pai.
Que a cada ministração vocês sejam usadas ainda mais pelo Espírito Santo, dancem no compasso de Jesus e sejam instrumentos pra que Deus manifeste-Se através de seus atos. Continuem buscando a excelência para que não sejam bailarinas e sim profetas da dança!
Amamos vocês.

18 de mai de 2009

Ministração na IBNA e no niver da Luma



Sábado passado, 16 de maio, nós estivemos ministrando no culto da família, na igreja Batista da Nova Aliança. Não preciso nem dizer que ficamos felizes com a oportunidade de estarmos ali, porque temos algumas pessoinhas ali que são mais que irmãos, se tornaram amigos!!!
Foi uma benção... pena que tivemos que sair logo após a ministração para irmos dançar no aniversário da Luminha. Mas... eles, como sempre carinhosos conosco, não nos deixaram sair antes do lanchinho! (Tava uma delíca!!!)
Essa saída também foi marcada pelo início oficial de um projeto que nasceu no coração de Deus, a Regina e eu conversamos e logo, logo estarei postando sobre esse projeto!
Deus não está à procura de denominações, Ele busca adoradores unidos em pról do Seu Reino!!!
O niver da Luma estava lindo, foi do jardim encantado!
Fizemos um mini musical, com 5 músicas.
Muito bom louvar ao Senhor em tudo... até na comemoração de um aniversário, afinal é o Senhor que nos dá o fôlego de vida!
E todos os convidados receberam a palavra através das músicas e danças. Olha como Deus nos dá estratégias. Entre um salgadinho e outro... uma pausa para o melhor dos alimentos, o Pão Vivo, Jesus!!!
Bem... o sábado foi corrido, mas quer saber? Lá no fundo, amamos essa correria!
Deus nos chama e apenas dizemos: Eis-nos aqui!!!

Um super bjo pra galera da IBNA e pra Luminha.

Thaty Nogueira

14 de mai de 2009

BY ISABEL COIMBRA



O título de seu texto é:
Adoradores que guerreiam, guerreiros que adoram!
"Como qualquer pessoa "salva", aqueles que ministram com dança devem buscar serem libertos de toda marca e maldições do passado para que possam exercer seu verdadeiro ministério que não se resume à dança.
Nosso verdadeiro ministério está baseado em Ef. 4:11-13 que nos concede como evangelistas, a outros para profetas, outros como apóstolos ou mestres sempre com vista ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do serviço e edificação do corpo de Cristo.
Deus não anseia pela dança, mas por verdadeiros adoradores! Creio que o Pai se alegra com nosso esforço e empenho na busca pela excelência e na realização de trabalhos artísticos elaborados, pela busca de técnicas que nos capacitem a uma performance excelente e por textos dançados que geram reflexão e profetizam suas promessas à igreja. Mas também creio que o contemplar vasos de honra no dia-a-dia seja o motivo de maior satisfação para Deus.
É preciso 1º exercer a autoridade em suas próprias vidas para depois ministrarem à igreja ou a qualquer pessoa, seja com dança ou não. Se dançamos, precisamos buscar e entender o que Deus espera de nós e tenho convicção de que essa expectativa não se resume em dança! Certamente Deus espera que exerçamos a autoridade e poder conferida a nós para a derrota do inimigo de nossas almas e da igreja!
Um verdadeiro adorador se torna um soldado que vai sendo forjado e preparado em todo o tempo para lutas e batalhas maiores e como soldados devemos procurar e adquirir conhecimentos no âmbito da palavra de Deus e da prática. Em Ef. 6:10 somos exortados a tomar toda a armadura de Deus e a resistir às ciladas do diabo!
A batalha já foi ganha por Jesus na cruz e em sua ressurreição Ele nos trouxe a chave da vitória! Portanto, pela Palavra de Deus, temos autoridade para ligar ou desligar na terra o que já foi ligado ou desligado no céu!
Às vezes podemos ter a impressão que estamos perdendo algumas lutas. Tudo parece difícil e as chances de ganhar parecem remotas. Mas Deus vem nos lembrar a todo instante em sua Palavra que Ele é o Senhor dos exércitos! Ele é o nosso general de batalha e nos chama para sermos uma igreja militante que vá ao campo, proclamando, confrontando e profetizando que as forças do inferno que nos assaltam serão e, na verdade já são vencidas!
Precisamos nos preparar para o bom combate!
O bom testemunho e a autoridade não se resume às ministrações carismáticas na plataforma nem na boa aparência ou envolvimento nas obras. Creio que a autoridade concedida por Deus não é uma roupa a se vestir quando quisermos. Ela é incrustada na nossa vida espiritual que pode ser treinada ou atrofiada se não for usada verdadeiramente.
Metodologicamente falando, quando o Senhor nos direciona especificamente para danças de guerras temos que ter clareza que estas são guerras espirituais.
Podemos nos movimentar agressivamente contra o inimigo, usar objetos, figurinos e cores com a intenção profética declarando guerra, subjugamento e a vitória sobre o mal, mas nada disso tem efeito se não estamos paramentados no nosso espírito. Não é o método o vencedor. Jesus é o vencedor! O sangue de Jesus em nós é o que nos garante vitória!
Aqueles que ministram com danças precisam definitivamente entender e viver os princípios de batalha espiritual.
Caro adorador, o Senhor te chama para a prática de um sacerdócio Real. É a convocação para um posicionamento nas trincheiras do Exército de Deus. Não há mais tempo a esperar, as lutas não cessarão e o Senhor clama pela salvação e libertação de muitos, a começar de nós!
Avante!
Vitória aos adoradores que guerreiam e aos guerreiros que adoram!"

É isso aí soldados de Cristo! Não dê baixa no seu serviço, continue a disposição do Senhor dos exércitos e no nome Dele, vamos invadir o terreno do inimigo pois a vitória já nos é garantida pelo sangue de Cristo!

Thaty Nogueira

12 de mai de 2009

O MELHOR COREÓGRAFO

Libere uma nova dança!!!
Que cada gesto carregue a presença de Deus, que cada movimento seja inspirado pelo Espírito Santo e que o ritmo seguido seja os das batidas do coração do Pai.
A arte sem unção é apenas entretenimento, enfeite de palcos e plataformas.
Não se esqueça de que Deus não está procurando bailarinos, Ele procura adoradores. Então não baile uma dança doente, morta... baile uma dança resultante de uma vida de intimidade com Deus, e o próprio Deus será teu coreógrafo!
Seja um instrumento poderoso nas mãos do Grande Eu Sou!!!
Não se renda aos aplausos, aos elogios, a sua técnica, ou a sua capacidade. Se renda apenas ao Rei dos reis e se mantenha no centro da Tua vontade!
Afinal... tudo que temos e que somos vem Dele.
Porque Dele, e por Ele e para Ele são TODAS as coisas.

Thaty Nogueira.

11 de mai de 2009

3º ANO DO ESSA É A HORA E CULTO DAS MAMÃES

Sábado, dia 09 de maio, tivemos pela manhã o "Essa é a hora"!
Uma união entre as igrejas de Duque de Caxias para profetizarmos juntos que esta cidade pertence ao Senhor Jesus. Em unidade estabelecemos, ali naquela praça, que Cristo é o Rei dos reis.
Ali não havia denominações, mas um povo sedento de cumprir o ide que o Senhor nos ordenou, um povo separado, o povo de Deus.
O objetivo central: Resgatar almas das mãos do diabo, levar a mensagem de salvação e anunciar boas novas. Unidos na busca da salvação para Duque de Caxias.
Essa é a hora!!!
Tivemos a oportunidade de estarmos ali ministrando através da dança e foi maravilhoso, pois cremos que vidas foram impactadas pela presença de Deus.
À noite tivemos em nossa igreja, Comunidade Bíblica da Graça, um culto em homenagem ao dia das mães!
Todos os grupos infanto juvenis participaram com danças e quero desde já deixar registrado aqui, meus parabéns para todos que participaram!
Pra vc que mora em Duque de Caxias fique atento para o 4º ano do Essa é a hora. No ano que vem não fique de fora!!! Como diz o post anterior: A começar de nós.
Deus quer restaurar nossa cidade, mas Ele precisa de soldados nessa batalha. Aliste-se já!!!

Thaty Nogueira

5 de mai de 2009

BY IARA COIMBRA



Continuando a compartilhar do seminário!

Esse é o texto de Iara Coimbra e o título é: A começar de mim!


"Quando olhamos ao nosso redor e tudo parece perdido ou frio, Deus espera que de nós seja dado o primeiro passo para a mudança, transformação e avivamento. Sempre transferimos nossas responsabilidades para nossos líderes, pastores ou autoridades cristãs sendo que o primeiro lugar a ser transformado para que haja o romper e a mudança que o mundo espera, começa no coração de cada um de nós.
Moisés acabara de sair do Egito com o povo e se depara com o mar à sua frente e o exército de Faraó aproximando-se, cada vez mais perto buscando destruí-los. O que fazer? Sentar, chorar, lamuriar? Não! Em Êx. 14:15 Deus pergunta a Moisés: "Por que clamas a Mim?". Ora, sabemos que Deus tudo vê! Será que Deus não estava vendo a morte se aproximando de Moisés e seu povo? Talvez você esteja se perguntando: "Será que Deus não enxerga a minha situação, como me encontro, como se encontra meu ministério, meus sonhos, minha dor?". A resposta é clara! Deus enxerga e sabe tudo. Mas será que você é quem não vê e não entende?
Deus havia dito a Moisés no episódio de Êx. 4 que o cajado que ele trazia nas mãos seria usado para sinais e maravilhas, a fim de que os hebreus cressem que Deus estava com Moisés e que a libertação deles estava decretada. Este mesmo cajado estava na mão de Moisés quando eles se encontravam encurralados entre o mar e o exército de Faraó.
Entretanto o povo murmurava dizendo que não teria saído do Egito se soubesse que morreria no deserto. Reclamavam contra Deus sem se lembrarem que aquele cajado que havia sido instrumento de milagres no Egito era o mesmo que Moisés segurava em frente ao mar. Não foram ousados o suficiente para tomar a iniciativa de lembrar Moisés de que Deus havia dado a ele um sinal e de que Deus estava a favor do seu povo. Imagino Deus esperando que alguém, uma criança, um velho, uma viúva, um jovem erguesse sua voz e bradasse: "Moisés!!! Assim como o cajado pelo poder de Deus transformou o Rio Nilo em sangue, levante-o e ordene que o mar se abra."
Mas não. A murmuração, o medo, a incredulidade, a ingratidão cegou-os espiritualmente, e mesmo sendo o povo expectador de tantos milagres no Egito, não teve fé para dar um passo de coragem rumo ao mar. Apenas a Moisés Deus se dirigiu e falou: "E tu, levanta o teu bordão, estende a mão sobre o mar e divide-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco". Mais uma vez, apenas Moisés ouviu a voz de Deus e foi usado para manifestar a glória do Rei.
Quantas vezes você até questionou: "Deus não me usa, apenas usa aquele ou este irmão." E não percebe que suas murmurações te impedem de ver o que Deus já fez e o que Ele ainda quer fazer com você e através da sua vida restaurada.
Já está em suas mãos, já lhe foi dado e conquistado por Jesus nas regiões celestiais. Moisés era autoridade estabelecida por Deus naquele lugar. Mas se uma criança sensível a voz de Deus tivesse se aproximado de Moisés e dito a ele para levantar o bordão e operar mais um milagre, como os muitos operados no Egito através do poder de Deus, esta criança teria cooperado com a vitória do povo ainda que os braços que tenham levantado o cajado para abrir o mar fossem os de Moisés.
Nossas orações, nosso clamor a Deus, nosso quebrantamento pode mover o coração de Deus para fazer o impossível através de nós, dos nossos líderes, políticos e pastores, trazendo o avivamento e a transformação na nossa Terra. A começar de mim! A começar de você!"

Que após essa leitura você possa refletir sobre tudo que tem acontecido à sua volta... tudo que você tem deixado de fazer por sua comodidade!

Thaty Nogueira